O jogo da criatividade literária

Jogo 01: Historicard

Jogo tradicional: Pode ser jogado por 01 ou mais participantes

1. Separe as cartas por categoria: personagens, objetos, lugares, ações e sentimentos;
2. Para cada categoria de carta forme uma pilha e embaralhe sem olhar as posições em que ficaram os desenhos;
3. Sem olhar para os seus conteúdos, retire 2 ou 3 cartas de cada pilha e disponha uma ao lado da outra virada para cima, de modo a saber quais foram cada personagem, objeto, lugar, ação ou sentimentos sorteados.
4. Pronto! Que comece o jogo. Todas as cartas selecionadas deverão ser utilizadas para a criação da história.
5. Atribua um nome a cada personagem selecionado, descrevendo as principais características de cada um deles (seja criativo e monte os personagens mais fantásticos). Em seguida, escolha qual será o personagem principal e comece a criar a história;
6. Defina a época em que a história se passa, o local em que inicia, no qual se desenvolve e onde termina a narração;
7. Atribua os sentimentos ou ações selecionadas aos personagens e inclua na história os objetos escolhidos;
8. Sua história deverá ter começo, meio e fim, formando o melhor de todos os enredos;
 
Crie o máximo de histórias possíveis, convide seus amigos e familiares para ler e escolher as melhores histórias.

Jogo 02: Telefone com fio...

Jogo tradicional: Pode ser jogado por 02 ou mais participantes

1. Separe as cartas por categoria: personagens, objetos, lugares, ações e sentimentos;
2. Para cada categoria de carta forme uma pilha e embaralhe sem olhar as posições em que ficaram os desenhos;
3. Sem olhar para os seus conteúdos, cada participante deve tirar 1 carta de cada cor e ficar com elas em suas mãos, ainda não devendo olhar para as figuras que cada carta representa;
4. Pronto! Façam um círculo entre vocês, definam com quem a história inicia e que comece o jogo. Todas as cartas selecionadas deverão ser utilizadas para a criação da história.
5. O jogador 1 deverá iniciar sua história com a carta “personagem”, deverá definir um nome para ele(a), o próximo jogador deverá apresentar a sua carta “lugar” e descrever como é o nome do lugar e suas características básicas, o próximo jogador deve apresentar a carta “ação/sentimento” e definir quem na história está apresentando este sentimento ou realizando a ação, o próximo jogador deverá apresentar a carta “objeto” e incluir o objeto na história, o próximo jogador apresenta novamente a carta "personagem" e deverá inseri-lo na história. Todos os jogadores devem jogar nesta história colaborativa;
6. Vocês devem ir repetindo a história a cada ciclo de Personagem, lugar, ação/sentimento e objeto, de modo a não esquecer de como está ficando o enredo;
7. Definam a época em que a história se passa, o local em que inicia, no qual se desenvolve e onde termina a narração.
8. A história criada deverá ter começo, meio e fim, formando o melhor de todos os enredos. 
9. O jogo só acaba quando todas as cartas estiverem inseridas na história e todos os participantes da roda ter jogado;
 
Criem o máximo de histórias possíveis, convide outros amigos e familiares para ler e escolher as melhores histórias.

Jogo 03: Jogo do contrário...

Jogo tradicional: Pode ser jogado por 02 ou mais participantes

1. Separe as cartas por categoria: personagens, objetos, lugares, ações e sentimentos;
2. Para cada categoria de carta forme uma pilha e embaralhe sem olhar as posições em que ficaram os desenhos;
3. Sem olhar para os seus conteúdos, cada participante deve tirar 1 carta de cada cor e ficar com elas em suas mãos, ainda não devendo olhar para as figuras que cada carta representa;
4. Pronto! O jogo vai começar. Todas as cartas selecionadas deverão ser utilizadas para a criação da história e cada jogador criará a sua própria história, porém, esta história sofrerá várias intervenções do “contrário”;
5. Definam quem será o jogador 1 e o mesmo deverá iniciar a criação da sua história.
6. Atribua um nome a cada personagem selecionado em suas cartas, descrevendo as principais características de cada um deles (seja criativo e monte os personagens mais fantásticos). Em seguida, escolha qual será o personagem principal e comece a criar a história. Defina a época em que a história se passa, o local em que inicia, no qual se desenvolve e onde termina a narração. Atribua os sentimentos ou ações selecionadas aos personagens e inclua na história os objetos escolhidos;
8. Os demais jogadores poderão interferir na criação da história falando a palavra “contrário” e toda vez que for dita esta palavra o jogador que está criando a história deverá mudar o que está sendo pedido (pode ser o personagem, o lugar, a ação, o sentimento ou o objeto)
9. A mudança não precisa ser para algo que esteja na sua mão, você pode escolher o que será o contrário, mas, se, novamente alguém disser “contrário”, o jogador 1 deverá novamente mudar as características. Sua história deverá ter começo, meio e fim, formando o melhor de todos os enredos;
10. O jogo só acaba quando todas as cartas estiverem inseridas na história e todos os participantes terem criado a sua própria história do “contrário”.
Criem o máximo de histórias possíveis, convide outros amigos e familiares para ler e escolher as melhores histórias.

Associação Empreendeler - CNPJ. 22.169.120/0001-50

Rua Frei Caneca, 59, Sl. 702, Santo Antônio, Recife/PE

Fones: (81)999673367 (Ana Carla Albuquerque) e 997055492 (Marcopolo Marinho)

assessoria.empreendeler@gmail.com